8 anos


Fazes 8 anos, quase não dá para acreditar, e ao mesmo tempo parece que já fazes 9, porque sempre tiveste coisas que fizeram de ti mais crescido do que realmente és. Não escrevo no blog há século (eu sei que estou a exagerar), mas achei que não podia passar este dia sem aqui registar esta música, dos Pogues, que adoras, para te dizer que te amo mais do que posso. E sim, é mesmo verdade, o dia em que nasceste foi o mais feliz da minha vida. Quando te tive no meu colo fiquei com um sorriso derretido durante não sei quanto tempo. Ia dizer que teria sido até tentar dormir e tu me acordares (como fizeste tantas vezes, mas estás perdoado), mas não foi, porque na nossa primeira noite tu dormiste bem, eu é que não consegui fechar os olhos e deixar de olhar para ti. 

1 comentário: